Análise games - The Walking Dead: Michonne

Bom, mas infelizmente dispensável!

The Walking Dead: Michonne, mais uma aventura point in click desenvolvido pela Telltale Games ambientada no apocalipse zombie mais famoso da atualidade. Lançado em 3 episódios que foram disponibilizados entre fevereiro e abril de 2016, para PCs, X-Box 360, XOne, PS3, PS4 e celulares.

The Walking Dead: Michonne é mais um dos incontáveis projetos da Telltale, com o sucesso incontestável das duas primeiras temporadas feitas pela empresa a Telltale se aventura ao focar em uma das personagem mais carismáticas e fortes do apocalipse zombie criado por Robert Kirkman. Dividido em 3 episódios a trama acompanha Michonne após se separar do grupo de Rick Grimes, a história se passa entre as edições 126 e 139 das HQs.

Apresentando um novo grupo de sobreviventes, a trama se desenvolve com a Michonne auxiliando-os no conflito com o outro grupo liderado por Randall e Norma, em paralelo vemos Michonne revivendo fortes memorias do seu passado, deixando a trama um pouco mais pessoal. A narrativa funciona e utiliza a formula dos games anteriores, com pequenas reviravoltas, mortes, vilões fortes e situações marcantes, porém causa um pouco de estranheza, uma vez que mostra uma Michonne mais frágil, cheia de remorsos, tendo alucinações e até mesmo se mostrando propensa a desistir de lutar pela própria sobrevivência, algo que destoa bastante levando em conta que a personagem é uma das mais duras e frias tanto das HQs, quanto da serie de TV. Em compensação nos momentos de ação Michonne continua a Badass que adoramos, ela decepa, decapita e destroça zombies e inimigos com a destreza inigualável, fazendo tais momentos verdadeiros deleites.

Apesar da trama se situar no mesmo universo das HQs, a historia funciona de forma bem independente, não fazendo menção em nenhum momento aos acontecimentos anteriores, tão pouco a trama da primeira e segunda temporada do game principal. Se por um lado isso é bom por permitir que qualquer jogador possa curtir a historia sem necessariamente ter jogado os games anteriores, por outro torna o game um pouco desnecessário e desconexo para aqueles que já acompanham a serie. Imagina o quão surpreendente seria se Michonne encontrasse a pequena Clementine? Ou mesmo outro personagem já conhecido.

Em termos de mecânica e visual, o game mantem o que já foi mostrando nos games anteriores, com uma jogabilidade que intercala momentos de exploração, diálogos e ação, com os já habituais momentos de quick time events. Visualmente o game continua agravável e combina perfeitamente com o tipo de narrativa apresentado.

The Walking Dead: Michonne é um bom game, com uma trama interessante, principalmente por mostrar o lado mais humano de uma das personagens mais marcantes do universo de The Walking Dead, porém o game não satisfaz de forma completa, por funcionar de forma muito contida e não acrescentar em nada à narrativa principal da serie. Mas bem ou mal é uma boa pedida para os fãs de The Walking Dead e dos games da Telltale.

"Eu deveria estar lá, com vocês, mas não estava!" - Michonne


Informações adicionais:
Nota geral: 7,0.
Tempo dedicado ao game: 5 horas.
Conquistas desbloqueadas: 21 de 21.
Dificuldade: Fácil.
Fica a dica: Jogue sem expectativas e mate assim que possível o FDP do Randall.
Gameplay: Clique aqui.
Imagens durante a jogatina: Clique aqui.
Vale o preço? Sinceramente, não vale! Indico compra-lo com no mínimo 50% de desconto.
Modo de jogo: Singleplayer.
Idioma: Interface e legendas em português.

Comentários

  1. Excelente Análise e Um abraço a o meu amigo LuísHQ do Chade ou Xendrix como ele quiser chamar todo sucesso do mundo pra ti e eu também tenho um blog se quiser me seguir lá é só ir, Flw

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Xendrix, que bom te ver por aqui. Vou dar uma conferida no teu Blog. Não esquece de seguir o Blog para não perder nenhuma análise.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas