Análise quadrinhos - Guerras Secretas Nº 02


Segundo edição do aclamado evento da Marvel Comics, publicado em agosto de 2016, pela editora Panini e originalmente em julho de 2015 nos Estados Unidos.

O universo Marvel como conhecemos não existem mais, em seu lugar somos apresentados ao Mundo Bélico, uma terra formada com pedaços de varias realidades e governada pelo Dr. Destino, que é adorado como um deus.

A edição é aberta com um jovem sendo testado para se tornar um dos Thors, que nessa nova realidade servem como uma guarda real e arautos da justiça do Deus Destino. Após a breve iniciação do jovem Thor, ele ruma ao lado de um Thor mais velho para cumprir com a vontade de Destino. Os dois personagens são utilizados como elementos narrativos para apresentar ao leitor esse novo mundo e como ele funciona, mostrando como o reino de Destino funciona e como ele impõe a sua vontade a todos.

É interessante notar que esse novo universo apresenta muitos elementos que remetem a Game of Thrones, assim como em Westeros, o reino é dividido em territórios, que são governados por barões, que por sua vez respondem a Destino, temos também o equivalente ao pequeno conselho, assim como a mão do rei, uma guarda real, um trono imponente, julgamentos por combate e até mesmo uma muralha para deter hordas de zumbis e um exercito de Ultrons.

Esse novo mundo apresentado é extremamente interessante e cativante, Destino sempre foi um vilão imponente em sua eterna busca por poder e vê-lo reinando como Deus absoluto dessa realidade é no mínimo empolgante. Além disso, a cada pagina o roteirista Jonathan Hickman apresenta inúmeras referencias a personagens e sagas clássicas do universo Marvel o que torna a tudo ainda mais interessante para o fã de longa data da Casa das Ideias.

Apesar de ser uma edição introdutória, a trama já mostra potencial, principalmente por conseguir gerar uma certa expectativa no leitor, ao revelar que nem tudo da antiga realidade do universo Marvel foi perdido e que o reinado de Destino pode estar em risco com o retorno de alguns importantes personagens. Além disso, fica o mistério de como Destino conseguiu criar essa nova realidade e qual a extensão dos seus novos poderes divinos.

A arte de Esad Ribic é excelente, apresentando um bom ritmo a narrativa, além de conseguir apresentar toda uma nova, e ao mesmo tempo familiar, roupagem aos heróis Marvel.

De maneira geral essa é uma ótima edição, a trama é empolgante e consegue, ao mesmo tempo em que apresentar esse novo universo ao leitor, gerar grandes expectativas para as próximas edições.

"Todos vocês, de joelhos." - Destino.


Informações adicionais:
Nota Geral: 08.
Número de páginas: 60.
Melhor momento: Destino como divindade, utilizando a Yggdrasil como trono.
Preço de capa: R$ 8,10.

Comentários

Postagens mais visitadas